Top Postagens

terça-feira, 12 de maio de 2015

Amor acidental

Andar na tua garupa
deu-me a certeza de que a tua amargura foi embora.
Que coisa boa...
Acorda: Não te quero mais.
Mas vam'bora

Acelera
Seguro na tua cintura
Teu corpo, armadura
Protegendo-me do mal.

Tenho pressa
Para cobrir essa cratera
Desse amor acidental

Obrigada!
A ti sou grata
Por ter estado comigo até o final.


Uma poesia de Aline Menezes, criadora do Blog O Quarto de Aline

Nenhum comentário:

Postar um comentário