DESEJADOS

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Sou TÃO necessária assim? * Pra você que comenta em meus textos.

* É aconselhável, antes de ler o texto que está abaixo, ler o texto Dar um tempo e seus respectivos comentários.
_________


Boa noite! São 22:26hs neste momento que estou aqui digitando essa postagem. Não é uma poesia, nem conto. Mas agora eu conto o que tenho pra contar. Não tem música, não tem foto. Tenho palavras pra falar. Não tenho seu telefone, muito menos seu e-mail... Para responder o comentário que você fez numa das minhas postagens, esse é o meio. Aqui você falou, aqui você me veio. Venha novamente pra saber o que tenho feito.

Anônimo. Você não tem nome? Mas bem sei quem você é. Assim como bem você sabe quem sou. Verdade? Talvez não...

Você disse que tentaria comentar, mas que era desnecessário. No final das contas, o que você fez? Comentou. Simplesmente porque percebeu que eu não sou como os seus comentários (mentira, sou sim) tão desnecessários... (pode acreditar que NUNCA são desnecessários) 

Você percebeu que o que eu sou mesmo é necessária nos seus dias, nas nossas conversas. Sentiu falta de mim agora que me fiz desnecessária na sua vida. Sentiu falta de me ver. Certeza disso? Você NUNCA quer me ver. Nunca faz um esforço pra isso. Sempre se contenta com nossas conversinhas virtuais, as quais me viciaram por um tempo, deixando-me apegada à você. E como você mesmo disse, é doloroso. Mas tenho um segredo pra te contar:

"Não me apeguei DEMAIS a você. Foi só um pouquinho... E pra mim não foi nada doloroso. Sério. Nem um pouco. E se tenho me feito desnecessária na sua vida e na de tanta gente, é porque simplesmente aprendi que eu posso até não mandar no meu coração, mas posso ter DOMÍNIO PRÓPRIO sobre ele. (o que acaba sendo a mesma coisa) Decidi aprender que as pessoas não podem ser TÃO necessárias pra mim a ponto de eu me excluir da minha própria vida e eu quero que você aprenda isso também."

Jura que não está se declarando? Eu não sei se pensei que sim... Talvez não. Você é tão previsível. Mas precisava se explicar? Pra que? Por que? E porque "não há chances" de estar apaixonado? Você sempre me elogia tanto... E divertidamente me xinga. Deixa eu te falar uma coisa, querido: "não é nada por minhas qualidades ou minhas extraordinárias imperfeições, mas por eu ser alguém que respira. Então há chances sim de você ter se apaixonado. Por que não?"

Eu sei o porque não. Mas quem responde é uma citação do livro Depois dos quinze, da Bruna Vieira:
"Embora eu tivesse tudo a ver com aquele cara, e o perfume dele fosse realmente bom, sempre o enxerguei como melhor amigo. Ele era sinônimo de sorriso, não de beijo."
Concorda comigo? Eu concordo parcialmente, pois essa parte do perfume... Não recordo o seu perfume. Concordo com o que ela disse e com você. Não sou sinônimo de beijo pra você. Sou sinônimo de sorriso e por isso, não precisa se explicar. E se por ventura se apaixonar, eu te perdoo, mas me perdoe por não estar.

Então você comentou sobre o meu texto, sobre eu querer dar um tempo de algumas coisas (inclusive de você). E falou que eu deveria mesmo é dar-me um tempo. Mas como assim???? Será que você não percebe que o meu jeito de dar-me um tempo é dando um tempo no que me aprisiona? E que bom saber que não tive a intenção de magoar-te, e que deu-se conta de que o que fiz foi realmente necessário. Perdão. Ok?! Mas é MUITO necessário. Pra você e infinitamente mais pra mim. Espero que entenda isso dia a dia nas próximas semanas. Na minha lista de "algumas coisas para dar um tempo" não está apenas você. E se parar pra analisar, não dei um tempo de você. Te pedi que me enviasse e-mails... Você escolheu mandar comentário. Eu gostei disso. Faça mais. Leia esse texto, comente, e me inspire a escrever novamente. 

Nunca esqueça que você pra mim é sinônimo de sorriso, que inspira, motiva.
Nunca esqueça. Não esqueça de lembrar de mim... Só tenta não me priorizar na sua vida e, de certa forma, aprisionando-se.

Volte sempre!

Abraços.

De: Aline Menezes
Para: Sr. Anônimo (do comentário na postagem "Dar um tempo")

00:24hs 

_________
Para entender o texto acima, leia a postagem Dar um tempo e os respectivos comentários)

2 comentários:

  1. "Vi que o dia nem amanheceu assim tão belo
    Vi uns pássaros cantando um hino singelo
    Vi uma gaiola de portas abertas meio solitária
    Vi também seu dono sorrindo, à chorar a liberdade de sua alma"

    É, estes versos não têm nada haver com seu texto, perfeitamente escrito de forma que me abriu um belo sorriso no rosto, me pondo a derramar lágrimas em meio a gargalhadas. Não, não tô te chamando de palhaça, se bem que você não precisa de um "nariz vermelho" pra fazer ninguém sorrir de suas palhaçadas. Mas como no texto, você pra mim é sinônimo de sorriso. Me surpreendo pouco quando caio na gargalhada lendo algo que você escreveu. Seja numa das conversas via chat, ou em belos textos que encontro vagando no Quarto de @line.

    Sim, eu tenho um nome, e o considero muito lindo, e é verdade, talvez eu não saiba quem você de fato é, já que tudo o que sei sobre você, é o que leio, nunca olhei nos seus olhos e perguntei o quê ou quem você é.
    Confesso que me perguntei por várias vezes se estava apaixonado por você, por isso achei necessário tentar te explicar que eu não estou apaixonado. Também não lembro do seu cheiro, mas isso pra mim era algo que aumentava a minha dúvida quanto à estar apaixonado, já que de todas as que conheço recordo-me do cheiro, e não lembrar do seu cheiro, me fazia pensar muito nisso. Em você. Cheguei à conclusão de que não, nada além da amizade, ou como diz a citação: "És sinônimo de sorriso, não de beijo".

    Confesso meu Equívoco, já que você não deu um tempo de mim. Não conheço sua "lista de coisas à se dar um tempo", e acho que ela é um pouco extensa. E quando me incluí nessa sua lista, achei que você estivesse dando tempo às coisas que importavam muito pra você. Mas agora sei que não é assim. Nunca te aprisionei à mim, pra que chegasse o tempo em que você precisasse dar um tempo de mim.

    Abraços d'eu!

    PS: Sabes quem sou, não carece de assinatura este comentário.

    PS²:EsqueciDeLembrarDeTi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não esqueça de lembrar. Esqueça de esquecer! :) Minha lista de coisas à se dar um tempo não é tão extensa assim... e nela incluí coisas e pessoas que eu achava que importava muito pra mim, para que eu pudesse descobrir se importa mesmo, e descobrir se eu importo muito para essas pessoas. Isso tem me feito descobrir muitas coisas. Depois te conto! ;)

      "És sinônimo de sorriso, não de beijo"

      Excluir

Top Postagens