Top Postagens

terça-feira, 25 de julho de 2017

Deveria haver reflexão no título



Se um dia eu parecer loucamente determinado é porque cansei de esperar. Eu dei tanta brecha pra pessoas que eu não devia confiar, amei tanto e senti pouco de volta. 
Que vida é essa em que eu só me ferro? Vai chegar o tempo em que isso acaba? 
Deus, olha aqui para mim.
O café está tão quente que os dedos queimam na xícara amarela. Eu queria um daqueles cafés que parecem uma obra de arte para alegrar meu dia, esquecer a saudade e pegar a energia da minha parceira de vida cafeína. Esse deve ser mais um dia de merda em que terei de sorrir e ser amigável, quando queria continuar na escuridão do meu quarto com minha maratona de série. 
Será que tem de ser tão ruim assim?
Deus, está olhando para mim?
Tic-tac… Quando foi que passei a exigir demais? 
“Coloca isso para a viagem, por favor”. 
Sempre tive a mania de cobrar muito e fazer pouco. Será que é a síndrome da não aceitação da vida adulta?
Ah, cara! Tenho mais de vinte!
Será que curtir vai me dar algum prazer? Ou “Fique em casa, assim não corre o risco de tomar um tiro na cara” é a melhor opção? Ô mãe, eu te amo. 
Agora me dei conta do tempo que passou tão depressa. Se eu tivesse percebido antes, teria feito anos se tornarem histórias e não apenas o tempo que passou e eu nem soube aproveitar.


Um texto do jovem escritor paraense Daniel Pantoja

Um comentário:

  1. Achei bem legal, mas...
    "Deus, está olhando para mim?" Não tenho duvidas que ele sempre esta comigo!

    ResponderExcluir